Fadiga

1- Conteúdos Técnicos

Sinais de fadiga

Pesquisas efectuadas demonstram que os condutores têm dificuldade em reconhecer atempadamente os sinais da fadiga. Pode ser difícil aos condutores reconhecer que estão cansados, mas é importante que reconheçam os sinais de alerta para minimizar os riscos.

Sinais de alerta:

  • Bocejos frequentes
  • Sonolência
  • Pernas dormentes e dores musculares
  • Pestanejar frequentemente; Picadas nos olhos e pálpebras pesadas
  • Irritação e inquieto,
  • Tempo de reacção menor,
  • Menor concentração
  • Velocidade inconstante, travagens e acelerações bruscas

Horas de maior risco

A fadiga e a sonolência são causadas por…..

  • Períodos de condução longos – Deve-se parar de vez em quando para descansar uns momentos e descontrair.
  • Insuficiente número de horas de sono – Situações crónicas de “falta de descanso”: deitar-se tarde (televisão), trabalho nocturno (transportes de longo curso), levantar-se cedo, insónias…. fazem surgir mais rapidamente o estado de fadiga.
  • Doenças – Mesmo alguns estados passageiros( por exemplo, febre )podem provocar períodos de adormecimento das faculdades físicas e psíquicas.
  • Esforço físico e mental resultante de trabalho, exercício físico, etc – as capacidades psico –físicas ficam mais perturbadas, quando se conduz depois de um dia de trabalho muito agitado e cansativo.
  • Ruído ambiente – Provocado pelo ambiente rodoviário , pode aumentar a sensação de fadiga.
  • Certos medicamentos ou drogas – Podem conter substâncias indutoras de sono.
  • Ingestão de bebidas alcoólicas – O álcool causa diminuição de todas as faculdades psíquicas, físicas e motoras e aumenta a sonolência. Quanto maior for a quantidade de álcool ingerida, maiores são as perturbações que causa no condutor.
  • Inalação de óxido de carbono (fumo de tabaco e gases de escape)- Sobretudo nas cidaes , onde o trânsito é mais intenso e os níveis de poluição são mais elevados
  • Monotonia da estrada e da condução – A execução de uma tarefa mais ou menos monótona “adormece” o condutor. Deve-se parar e sair do carro, para que as funções físicas e psíquicas voltem à normalidade.
  • Calor excessivo – pode causar sonolência, pelo que se deve manter o habitáculo do veículo ventilado e refrigerado.
  • Refeições pesadas – tornam o processo de digestão mais lento. Além disso, o organismo receberá bruscamente uma exagerada quantidade de nutrientes e terá que fazer esforço para os metabolizar, o que perturba as capacidades do condutor. Quando se fazem viagens longas , deve-se optar por fazer refeições ligeiras, comendo pouco e mais espaçadamente.
  • Velocidade – com o aumento da velocidade, condutor tem que analisar mais rapidamente um maior número de informação, e executar as respostas adequadas num espaço de tempo mais reduzido. Isto provoca uma tensão suplementar, esforço físico e mental acrescido e aumenta a fadiga.

Efeitos da fadiga e do sono na condução

  • Aumento dos tempos de reacção
  • Perturbação da capacidade de atenção/percepção
  • Menor capacidade de avaliação das distâncias e das velocidades
  • Perturbação da coordenação motora
  • Dificuldade em manter uma trajectória constante;
  • Dificuldade em adequar a velocidade

Quais os Principais Sinais de Fadiga e Sonolência durante a condução?

  • Distracção perante a sinalização;
  • Olhar fixo num só ponto da estrada;
  • Falta de concentração;
  • Adormecimento /rigidez dos membros;
  • Desejo frequente de mudar de posição;
  • Dores de pescoço e costas;
  • Pestanejar frequentemente e ardor nos olhos

Grupos de risco

  • Condutores jovens
  • Condutores profissionais de transporte de mercadorias
  • Condutores que trabalham por turnos
  • Condutores que sofrem de perturbações de sono

1- Os condutores jovens apresentam défices de sono, que são devidos a maus hábitos de sono relacionados com o seu estilo de vida (deitam-se muito tarde). Este facto é mais notório ainda no grupo dos adolescentes, que são mais susceptíveis aos efeitos causados pela falta de dormir que os jovens adultos, em geral.

Por isso, vários estudos têm revelado que os condutores jovens, em especial, do sexo masculino, correm mais risco de se envolverem em acidentes provocados por sonolência/adormecimento. Segundo esse estudos, os jovens condutores são a categoria de utente da estrada que apresenta um maior risco de envolvimento em acidentes.Por outro lado, o risco de envolvimento em acidentes nocturnos dos jovens condutores é 5 vezes mais elevado do que nos restantes perídos do dia.

2- A fadiga é um problema que atinge particularmente os condutores profissionais, em especial oscondutores de veículos pesados de transporte de mercadorias. Em todo o mundo, o transporte rodoviário, em especial de mercadorias, é muito exigente. Caracteriza-se por longos períodos de trabalho, frequentemente irregulares e, em parte, realizados durante a noite.

Estudos, a nível internacional, revelam que muitos condutores de camiões trabalham habitualmente mais de 12 horas por dia e 70 horas por semana, das quais, pelo menos, 60% são passadas a conduzir. Isto implica que os condutores durmam mal e pouco (muito menos que as 7/8 horas de sono recomendadas), porque levantam-se cedo para iniciar o trabalho e deitam-se tarde.É por este motivo que um número significativo de acidentes com veículos pesados ocorre entre a meia-noite e as 6.00 horas, seguindo do período entre as 14 e as 16 horas, que é o período de pico de fadiga /sonolência desta categoria de condutores.

O factor idade também é muito importante no que toca aos acidentes com condutores profissionais. Os jovens condutores profissionais de autocarros e veículos de transporte de mercadorias têm geralmente mais dificuldade em circular em condições de trânsito pouco intenso e têm mais sonolência ao conduzir durante os períodos mais tardios do dia do que os condutores profissionais de meia-idade

3- Os trabalhadores por turnos não dormem o que querem ou o que precisam e, portanto, podem sofrer de défice de sono crónico.

O risco de acidente é maior nos condutores que trabalham por turnos. Estudos efectuados revelam que o risco de um condutor sofrer um acidente, em que está envolvido um só veículo, por volta das 3 horas da manhã, torna-se 50% maior, a partir de 4 noites de trabalho por turnos.

4- A apneia do sono é uma das mais vulgares pertubações do sono, provocando um sono fragmentado e sonolência durante o dia, com breves momentos de adormecimento. De acordo com os resultados de alguns estudos, os condutores que sofrem de apneia do sono têm um risco de acidente 6 vezes maior que os restantes condutores.

Para fazeres uma viagem em segurança, deves:

  • Descansar,antes de viajar;
  • Fazer pequenas paragens, pelo menos de 2 em 2 horas e andar um pouco para relaxar o corpo e desentorpecer as pernas;
  • Evitar viajar com calor excessivo;
  • Fazer refeições ligeiras, durante o percurso;
  • Não ingirir bebidas alcoólicas.
2- Websites de interesse

Prevenção Rodoviária Portuguesa – Velocidade – www.velocidade.prp.pt
Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária – www.ansr.pt
Guarda Nacional Republicana – www.gnr.pt
Polícia de Segurança Pública – www.psp.pt
Instituto de Medicina Legal – www.iml.pt
Instituto da Droga e da Toxicodependência – www.idt.pt
Ministério da Administração Interna – www.mai.gov.pt
Comissão europeia – www.ec.europa.eu/transport/road_safety
Organização Mundial de Saúde – www.who.int
Conférence Européenne des Ministres des Transports – www.cemt.org
European Transport Safety Council – www.etsc.be
Internacional Road Traffic and Accident Database – www.bast.de
La Prévention Routière Internationale – www.lapri.org
Dirección general de tráfico www.dgt.es
La Prévention Routière preventionroutiere.asso.fr
Royal Society for the Prevention of Accidents – rospa.uk
Institut belge de la Securité Routière – www.ibsr.be
Transport Research Laboratory – www.trl.co.uk
Department for Transport – www.dft.gov.uk
Wetenschappelijk Onderzoek Verkeersveiligheid – www.swov.nl
European Youth Forum – www.eyfrs.eu
YOURS – www.youthforroadsafety.org
Responsible young drivers – www.ryd.eu
Youth for Europe – www.youthforeurope.eu
Youth on the road – www.youthontheroad.net
Tuneintotraffic – www.tuneintotraffic.co.uk
The ROAD – www.theroad4youth.org
Australian Youth and Road Trauma Forum – www.australianyouthandroadtraumaforum.org
RYDA Australia – providing first quality road safety information to youth – www.ryda.org.au
BOB – www.bob.be
Think! Road Safety – www.thinkroadsafety.gov.uk
Young driver report OECD – www.internationaltransportforum.org
Report on accompanied driving in Europe – www.cieca.be
Manual on road safety campaigns – www.cast-eu.org
Manual on road safety campaigns – www.alles-fuehrerschein.at
Facts and figures Europe – www.ec.europa.eu/transport/road_safety/specialist/index_en.htm