Distração na condução.

A distracção como causa geradora de erros na condução é mais frequente nos jovens condutores do que nos mais experientes. Além disso, os jovens são frequentemente distraídos, por exemplo, por passageiros ou pelo uso de telemóvel, o que diminui a atenção para a situação do trânsito.

A tarefa de condução requer atenção do condutor para estar concentrado no trânsito em todos os momentos. No entanto, a atenção é facilmente e por vezes involuntariamente atraída para outros eventos, objectos ou pessoas, dentro ou fora do veículo, que não estão relacionadas com a tarefa de conduzir (distracção).

Requisitos de atenção para algumas tarefas de condução são maiores para os novos condutores, de modo que a distracção pode afectá-los mais do que aos adultos.

Neste domínio deve ser dada especial atenção aos jovens, relativamente:

  • Ao uso intensivo de telemóveis

  • Ao uso de dispositivos de música e jogos

  • Da distracção causada pela presença de passageiros excitados.