Imaturidade – O corpo humano.

A idade afecta o processo de aprendizagem. Quanto mais tarde se completa o ensino da condução e se começa a conduzir, menor é o risco de ter acidentes no período inicial.

Estudos têm demonstrado que, na idade de 18 anos o cérebro humano ainda está em desenvolvimento, em particular, as áreas que lidam com “funções executivas” como o planeamento, controle de impulsos, o raciocínio e a integração de informações (isto é, pensar antes de agir).

A maturação tardia de algumas partes do cérebro não é o único aspecto biológico relevante para justificar o risco associado aos jovens condutores. Há também uma correlação positiva entre a busca de sensações e os níveis de testosterona, o que explica por que os homens são mais propensos a adoptar comportamentos de risco do que as mulheres.

Outro factor relacionado com a imaturidade consiste no processo de socialização. Os Jovens encontram-se a meio caminho neste processo ao afastarem-se das influências dos pais e a ganharem mais independência. Durante este processo os seus pares assumem cada vez mais importância para eles, especialmente nas escolhas e estilo de vida. Por vezes, as influências não promovem a segurança rodoviária, muito pelo contrário.